Powered by WP Bannerize

Powered by WP Bannerize

Ladário-MS, 2 de dezembro de 2017


Em boletim epidemiológico, Município de Corumbá divulga ações de Vigilância em Saúde

Postado em 2 de dezembro de 2017 por Pérola News há 2 semanas


Boletim epidemiológico da Vigilância em Saúde, liberado nesta sexta-feira, 1° de dezembro, mostra que até a semana 47 foram notificados 554 casos suspeitos de dengue e 31 confirmados em Corumbá. Os dados são referentes ao período de 19 a 25 de novembro de 2017.

Com base nos casos notificados e confirmados, e no resultado do 6º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) – de 1,5% –, as equipes da Secretaria de Saúde realizaram as seguintes ações de combate ao vetor: visitaram 3.852 imóveis nas atividades de rotina; fizeram bloqueio químico através de borrifação com a bomba costal em 636 imóveis nas micro áreas Cristo, Ferro Ligas, Humberto Pereira, Transamérica Janjão, Vila Noroeste, Vitória Régia, Rotary; executaram bloqueio mecânico na micro área Cemitério, Dom Aquino, Janjão e Ferro Ligas. Ainda foi realizado bloqueio mecânico para caso suspeito de Leishmaniose Visceral no bairro Guatós.

O boletim epidemiológico traz ainda informações referentes ao Zika Vírus; Chikungunya; Leishmaniose; monitoramento de doenças diarreicas agudas, acidentes e violência e influenza.

Vírus Zika

Até a semana 47 foram notificados 134 casos suspeitos, e 10 casos confirmados. A Zika é uma doença viral aguda, transmitida principalmente, pelos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes albopictus, caracterizada por exantema manchas avermelhadas na pele, febre, vermelhidão nos olhos, dor nas articulações, dor de cabeça e dores musculares. A maior parte dos casos apresentam evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias.

Chikungunya

No município de Corumbá até a semana epidemiológica 47 de 2017 foram notificados 88 casos de Chikungunya no município e 14 casos confirmados. É causada pelo vírus Chikungunya. A transmissão se dá através da picada de fêmeas dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus infectadas pelo vírus. Casos de transmissão vertical (transmissão da mãe para o filho durante a gestação ou durante o parto) podem ocorrer e, muitas vezes, provocam infecção neonatal grave. Pode ocorrer também transmissão por via transfusional (transfusão de sangue), considerada rara de acordo com protocolos analisados.

Leishmaniose

Até a semana epidemiológica 47 de 2017, foram confirmados 11 casos de Leishmaniose Visceral nos bairros Jardim dos Estados, Jardinzinho, Popular Velha, Previsul, Dom Bosco, Centro América, Cristo Redentor, Universitário, Região de Porto Morrinho e 01 óbito no bairro Maria Leite. Foi confirmado também 01 caso de Leishmaniose Tegumentar no Centro.

Influenza

Até o momento no Município foram confirmados por laboratório 09 casos de H3 sazonal e 01 caso de H3 sazonal por vínculo epidemiológico.

Monitoramento de doenças diarreicas agudas

Até a semana 47 foram registrados 3867 casos de Doenças Diarreicas Agudas. Destes, 201 casos ocorreram crianças menores de 01 ano, 964 em crianças de 1 a 4 anos, 399 casos em criança de 5 a 9 anos e 2214 casos em crianças com mais de 10 anos.

Acidentes e Violência

Na semana epidemiológica 47 foram realizados 23 atendimentos de pessoas em situação de violência nas unidades de saúde da REDESUS, com preenchimento da ficha de notificação de violência.

Os acidentes e as violências correspondem às causas externas de morbidade e mortalidade. Acidentes englobam as quedas, o envenenamento, o afogamento, as queimaduras, o acidente de trânsito, entre outros. Violências são eventos considerados intencionais e compreendem a agressão, o homicídio, a violência sexual, a negligência/abandono, a violência psicológica, a lesão autoprovocada, entre outras. Tanto os acidentes quanto as violências são eventos passíveis de prevenção.


 


Busca

Publicidade





Todos os direitos reservados a Jornal Pérola do Pantanal News www.perolanews.com.br / Tel. (67) 99254-9537
E-mail: jornalperola@ibest.com.br / End.: Rua Castro Alves, nº 60, Bairro Boa Esperança, Ladário-MS, CEP: 79370-000

Jornalista: Douglas Assad Arruda
MTB nº 1631/MS
Site desenvolvido por Matheus S. Nascimento