Powered by WP Bannerize

Powered by WP Bannerize

Ladário-MS, 9 de dezembro de 2011

Powered by WP Bannerize


“É um remédio para esse mal”, diz juiz Odilon sobre Presídio para corruptos

Postado em 9 de dezembro de 2011 por Pérola News há 6 anos


Odilon receberá prêmio por trabalho contra corrupção (Foto: Tatiane Queiroz/ G1 MS)

O juiz da 3ª Vara Federal de Mato Grosso do Sul, Odilon de Oliveira, disse que a construção de um presídio federal exclusivo para condenados pelo crime de corrupção serial ideal para acabar com a prática. A proposta é tema de uma ação civil pública ajuizada na Justiça Federal de Campo Grande, pelo procurador da República Ramiro Rockenbach.

Para o juiz, os criminosos da corrupção são espertos e um presídio administrado pelo governo federal daria a punição correta para os crimes. “É uma iniciativa louvável, por causa da segurança de um presídio federal e dos elementos pedagógicos que seriam aplicados”.

Um programa multidisciplinar, proposto pela ação, contaria com aulas de ética, moral e um laboratório para análise das mentes dos corruptos. “Essa é um crime que afeta toda a sociedade e palestras para os presos e um estudo do perfil de cada corrupto seria uma forma de criar um remédio para curar esse mal”.

O juiz federal, inclusive, receberá nesta sexta-feira (9) no Distrito Federal, o prêmio do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, pelo trabalho desenvolvido contra a corrupção. A homenagem será feita durante o evento da Controladoria-Geral da União, em comemoração ao Dia Internacional contra a Corrupção.

O projeto

Na ação civil pública, Rockenbach, afirma que o objetivo do presídio é dar a sociedade maior transparência sobre a situação dos presos corruptos. “Não é um presídio para regalias e mordomias para os corruptos, é para que a ficha suja dessas pessoas tenha endereço e fotografia”, disse o procurador.

O projeto inclui ainda um museu com galeria de fotos dos condenados por corrupção no país e mensagens para conscientizar e orientar a população a não praticar o crime. O custo da obra seria de R$ 12 milhões e levaria dois anos para ser concluída.

O Ministério da Justiça disse que o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) só irá se manifestar após tomar conhecimento sobre o projeto e que uma quinta penitenciária federal será construída no Distrito Federal e terá uma ala específica para autoridades. (G1-MS)

 

Por: Da Redação


Busca

Publicidade





Todos os direitos reservados a Jornal Pérola do Pantanal News www.perolanews.com.br / Tel. (67) 99254-9537
E-mail: jornalperola@ibest.com.br / End.: Rua Castro Alves, nº 60, Bairro Boa Esperança, Ladário-MS, CEP: 79370-000

Jornalista: Douglas Assad Arruda
MTB nº 1631/MS
Site desenvolvido por Matheus S. Nascimento